Olá amores!

Venho aqui informar a vocês que o blog vai mudar de endereço eletrônico, o novo endereço será www.fofocandosobrelivros2-0.blogspot.com.

Há algum tempo venho tendo alguns probleminhas com esse endereço, cansei de me preocupar, então resolve mudar de endereço eletrônico, melhor agora do que mais a frente precisar criar um novo.

Todas as novas postagens serão postadas no novo endereço. Não se preocupem, todas as postagens antigas vão estar no novo blog, nada vai mudar apenas o endereço, ok?

Obs.: Todos os cadastrados aqui no blog, terão que se cadastrar no outro, ok?

Espero que entendam, desculpem qualquer transtorno. Qualquer dúvida, pode deixar aqui nos comentários que eu vou responder.

Beijinhos a todos!

Olá meus amores!

Vim aqui pra mais uma notícia bombástica, a Érica Christieh é a nova parceira do Fofocando Sobre Livros.
Eu estou felicíssima, são 3 parcerias o blog tem apenas 4 meses, o melhor de tudo é que são todos meus amigos.


Estou no Facebook olhando as publicações, quando de repente, vejo que a escritora Érica Christieh estava selecionando parcerias, eu fiquei tipo "me segura pra eu não cair", não pensei duas vezes, fui lá e comentei que queria muito, a postagem teve vários comentários (é claro) e fiquei meio insegura, mas no dia seguinte quando abro o Facebook, lá estava meu nome em uma postagem que confirmava a minha parceria com minha amiga autora, quase dei um treco (meu coração parecia escola de samba rsrsrs). E foi assim que o blog se tornou parceiro de Érica Christieh.


Obrigada pela confiança Érica, prometo não decepcionar. Obrigada pela amizade e pela parceria.
Beijinhos a todos!


Autor: Clayton De La Vie

Lançamento: 2015
Editora: Independente
Páginas: 103

O Homem Que Via Monstros - A única maneira que ele encontrou para expor seus crimes, sem precisar se preocupar se seria ou não investigado pela polícia, foi narrá-los diante de um grupo de apoio, no presídio, criado por uma psicóloga. 
O Homem Que Via Monstros, como era conhecido, passou meses diante do grupo sem dizer uma palavra sequer. No entanto, viu a oportunidade que a vida lhe estendia e resolveu, no ato mais sábio de toda a sua existência, que aquele era o local ideal para se abrir, contar o que os policiais jamais descobriram. Contudo, o motivo pelo qual ele parou ali ainda é um mistério, e a doutora pretende fazê-lo falar. 

Ela queria ouvir uma boa história, e ele desejava ter a sua plateia. Quando duas mentes assim se encontram, não pode vir boa coisa.

Olá meus amores!
Finalmente eu venho com mais uma resenha pra vocês, essa resenha é do nosso 2° parceiro literário, Clayton De La Vie. Vamos ao que interessa, porque estou ansiosa pra falar desse livro.
Quando ouvimos falar em monstros, pensamos logo de um jeito figurado certo? Sim, pensamos logo em fantasia, mas esse livro vai muito além de uma simples história de um romance policial, ele vai falar de assuntos bem presentes em nosso nosso cotidiano, vai falar sobre o julgamento das pessoas, vai falar sobre como o ser humano é capaz de certas atrocidades, e vai falar de monstros. Mas não é aquele monstro que você está pensando, são monstros que infelizmente estão presentes em nosso dia a dia. Vai falar sobre os monstros que cada um de nós carrega em si, aqueles que se disfarçam perante a sociedade, mas que na verdade, em baixo de todo aquele personagem está um mostro.
Luana é uma mulher que aos 24 anos cansada de passar de um emprego pro outro, decide busca a estabilidade fazendo uma faculdade de psicologia, não conseguira logo um trabalho em sua área, conseguiu um emprego provisório em uma escola infantil, mas em alguns meses estava desempregada novamente. Luana tinha que conseguir algo na sua área, então teve a ideia de trabalhar em seções grupais no presídio, dessa maneira o governo iria economizar e ela teria um emprego.
"Um mês depois ela tinha sido contratada pelo presídio, onde incluiria o programa, que consiste em ouvir, de forma coletiva, diversos detentos para, depois, traçar o perfil clínico de todos. Dessa maneira, o Governo economizaria nos gastos, pois não forneceria exclusividade para ninguém, e mesmo assim ainda teria resultados satisfatórios."
A partir desse emprego a história se desenvolve. Nós vamos ver ao longo do livro a vida de alguns detentos e o porque de terem sido presos. Luana já esta nesse trabalho a 10 anos e já tinha visto de tudo, até que um dia um detento do grupo que ainda não tinha se pronunciado resolve contar sua história de vida e pela primeira vez a psicóloga fica surpreendida com um relato.
O livro também mostra o andamento da investigação de um suposto Serial Killer pela capitã de polícia Lorna wester.
"— Capitã, localizamos outro cadáver. —informou um policial à encarregada do caso, capitã Lorna Wester, uma mulher alta, de cabelos escuros e olhos claros. —Nas mesmas condições? —inqueriu ela. —Não, esse foi um pouco mais..."
Agora que já fiz um breve resumo do que é o livro, vou dar a minha opinião.
Gente o que é esse livro, meu Deus, primeiro que é uma historia totalmente inusitada (pelo menos eu nunca li nada parecido) e as histórias de vida dos presos é ao mesmo tempo triste e fascinante, a maioria deles assume ser culpado, mas ainda há quem se diga inocente.
O livro vai muito além de um simples romance policial, vai falar sobre o julgamento dos humanos para com os mesmos de sua espécie.
Os personagens são muito distintos, mas tem uma coisa em comum, todos querem ser aplaudidos, todos querem grandeza, alguns querem tanto que não se importam em usar os outros (como a senhorita Luana).
A narrativa do Clayton foi o que mais me impressionou, um escritor tão jovem com uma escrita tão rica, ele desenvolve a história com sabedoria o suficiente para que os leitores não se confundam e olha que estamos falando de um livro com mais de 5 personagens, cada um com muitas características próprias (O que torna a leitura ainda mais estimulante). O livro alterna entre 1° e 3° pessoa, uma coisa que aprendi a apreciar com o ebook "A Boneca Fantasma".
O ebook "O Homem Que Via Monstros", vai deixar você pensativo(a) mesmo após concluir a leitura e ensina que não temos o direito de julgar nossos iguais, porque somos todos falhos. Indico muito essa leitura a todos, independente do seu gênero literário favorito, leia.
Graças a Deus minhas leituras de parcerias não são obrigação e sim lazer, se não gostasse diria com todas as letras "ODIEI O LIVRO" , mas só tenho coisas positivas pra falar desse ebook. É minha segunda leitura de parceria concluída e fico muito contente por isso. Obrigada Clayton De La Vie, por me proporcionar essa leitura prazerosa.
Espero que tenham gostado da resenha.
Beijos!

No começo desse mês eu vim aqui compartilhar com vocês, que o blog tinha fechado sua primeira parceria com meu amigo Fernando Nery. E hoje é motivo de muita alegria escrever pra vocês, comunicando que o blog e o canal tem mais um talentoso parceiro literário.
O nosso querido Clayton De La Vie, agora é parceiro aqui!

Estava eu passeando pelo Facebook, quando vejo que meu amigo Fernando Nery tinha me marcado em um comentário, fui lá dar uma olhadinha e vejo uma postagem de Clayton procurando novos parceiros para sua nova obra "Passeando Entre Loucos e Outras Histórias", chamei ele via inbox e disse que estava muito interessada, ele fechou a parceria e cá estamos nós, com nosso segundo parceiro.


Não consigo descrever em palavras a emoção de ter mais um escritor brilhante aqui no Fofocando Sobre Livros.
Obrigado Clayton, pelo voto de confiança.
Breve resenha escrita e resenha em vídeo, fiquem ligadinhos aqui no blog e na Fan Page, ok?
Beijos a todos!

Olá aqui está mais um unboxing pra vocês, desta vez bem mais recheado.
Pra quem quiser assistir eu abrindo a caixa, tem vídeo no canal, é só clicar aqui!

Fotos dos livros:

O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Brontë




Fale! - Laurie Halse Anderson




Rush Sem Limites - Abbi Glines




Mar da Tranquilidade - Katja Millay





Gostaram das escolhas? Comenta aqui em baixo.
Beijos!


     


Olá leitores!
Tudo bem com vocês? Espero que sim. Vim aqui pra falar um pouquinho de livro e série, deveria ter feito esse post há uma semana, mas antes tarde do que nunca. Então vamos ao que interessa?
Bom, já começo informando de que o livro não tem quase nada a ver com a série de TV The Vampire Diaries e mesmo assim devorei o livro.
Então vamos a primeira diferença gritante entre o livro e a série.

"Mas o pior de tudo era que ele estava cansado de ficar sozinho. Ele não tinha certeza porque escolhera Fell‘s Church, Virginia. Ela era uma cidade nova, para os seus padrões;"
Fell's Church, Virginia (então notarão que a nossa "Mistic Falls" na verdade é "Fell's Church"). 
O enredo não muda muito. Mas as personalidades e características físicas dos personagem mudam da água pro vinho (literalmente) Vou citar alguns exemplos:
"Esse abraço era igualmente quentes em ambos os lados. Ela tinha sentido mais falta de Meredith do que de qualquer outro, Elena pensou, olhando para a garota alta. Meredith nunca usava maquiagem; mas também, com uma pele azeitonada perfeita e grossos cílios negros, ela não precisava."
Gente, quem é Meredith? Pois é, não existe Meredith na série de TV. 
Que tal mais uma diferença?
"Ela não deu nem mesmo uma olhadinha no belo espelho vitoriano em cima da cômoda avermelhada; ela sabia o que veria. Elena Gilbert, indiferente, loira e esbelta, a pessoa que dita a moda do último ano do ensino médio, a garota que todo garoto quer e toda garota quer ser."
Pois é meu povo a Elena do livro é a Caroline da série, da pra acreditar?
Se esta acostumado(a) com a série, você tem que fazer essa experiência. Leia, não importa o quanto você assistiu a série, acredite, você vai se surpreender.
E você, já leu? Quer ler? Então comenta aqui em baixo (só não pode ser spoiler).
Um beijo e espero muito que gostem dessa pequena comparação.


Autor: Fernando Nery
Lançamento: 2015
Editora: Amazon
Páginas: 47


A Boneca Fantasma - Crescendo em meio a bonecas, Laura adquiriu um hábito incomum: costurar vestidos para os brinquedos. Dessa maneira, tornou-se destaque ainda na infância, quando costurava para as colegas da escola. Na fase adulta, contudo, Laura levou a carreira de estilista adiante, mas manteve o gosto juvenil: suas modelos jamais deixariam de ser bonecas. 
Cativando a atenção de grandes celebridades e pessoas comuns, Laura se destacou mundialmente, quando os modelos que as bonecas utilizavam começaram a ditar moda. 

Tal como qualquer pessoa, amores não deixaram de surgir em sua vida. Mas, após a chegada de determinada mulher, tudo tomou um rumo diferente.

"Não há nenhum mal em falar com bonecas, o problema é quando as bonecas resolvem responder", diriam os sábios... 

Clayton de La Vie


Olá leitores e leitoras!
Como prometido,  cá estou para resenhar minha primeira leitura de terror. Como falei no post anterior, temos nosso primeiro parceiro, meu amigo Fernando Nery, escritor do e-book: “A Boneca Fantasma”.
O livro conta a história de Laura uma menina que tem verdadeiro amor por suas bonecas (eu me identifico com isso e vocês?) e é por esse amor que ela começa a desenhar e confeccionar vestidos para suas bonecas. Em pouco tempo, a notícia se espalha entre suas amigas e colegas, as outras garotas começam a pedir que ela faça também para suas bonecas. Então Loren (uma amiga de Laura) resolve fazer uma festa temática com inspiração nas criações da amiga. A festa faz tanto sucesso que vai parar nas revistas e nos jornais televisivos da época.

Com tanto sucesso, Laura passou a ganhar muito dinheiro. Surgiam pessoas pedindo que ela fizesse vestidos para suas bonecas ou que criasse roupas para elas próprias...
O tempo foi passando e agora Laura é uma jovem mulher, com seus 20 anos. Ela já possui um contrato com uma famosa fábrica de bonecas. E é a partir desse contrato que sua vida vai se transformar completamente.
As bonecas da empresa ganharam uma popularidade enorme. Muitas atrizes, modelos e apresentadoras tiveram suas bonecas com a marca da empresa onde Laura trabalhava. Nesse tempo, a jovem conheceu uma atriz famosa e acabou que as duas se tornaram fã uma da outra.
Os personagens são muito bem construídos, as características da personalidade de cada personagem é marcante. A narração é alternada entre 1° e 3° pessoa (e se vocês prestarem atenção na história, ao final do livro vão entender porquê), o que nos faz ver vários pontos da mesma situação (o que eu amei ^ ^). O enredo é fascinante com terror, um pouco (ou muito) de loucura, distopia (afinal a mídia continua tentando destruir a vida das pessoas), uma pitada de drama... Enfim esse livro, com certeza, não tem monotonia. Então afinal qual é sua opinião Kalita? Só tenho uma coisa a dizer, "FAVORITO". 
Pra quem deseja ler A Boneca Fantasma é só clicar aqui!
E não esqueça de classificar o livro no Skoob, clique aqui!
E não percam a resenha em vídeo em breve. Fiquem ligadinhos aqui no blog e na Fan Page.
Beijos!

Olá meus lindos e lindas, estou muito feliz em comunicar a vocês que o Fofocando Sobre Livros agora tem parceiro e ele é um novo escritor brasileiro, o nome dele é Fernando Nery dos Santos Junior, já li o livro dele A Boneca Fantasma e em breve vai ter resenha escrita e em vídeo, então fiquem ligados no blog e na Fan Page.
É motivo de muita alegria pra mim dar essa notícia a vocês, espero que essa seja a primeira de muitas parcerias (e muitos livros que nosso parceiro ainda vai escrever ^ ^).
Beijos.

Autora: Beth Fantaskey

Lançamento: 2010
Editora: Sextante
Páginas: 295

Jessica Packwood levava uma vida tranquila no interior da Pensilvânia e esperava ansiosamente pelo início do último ano escolar. Seus planos eram se formar e conseguir uma bolsa de estudos para a faculdade, ganhar a olimpíada de matemática e namorar seu colega Jake Zinn.
Mas aí um novo aluno esquisitão (e muito gato) chamado Lucius Vladescu aparece do nada, dizendo que Jessica pertence à realeza vampírica e lhe foi prometida em casamento para selar a união entre os clãs mais poderosos dos vampiros. E de repente Jessica percebe que sua vida está prestes a virar de pernas para o ar.

Para completar, Lucius fica hospedado na casa dela e faz de tudo para conquistá-la e atrapalhar seu flerte com Jake. Com a desculpa de que está fazendo intercâmbio, ele gruda em Jessica na escola e humilha todos os outros alunos da aula de literatura. O romeno esnobe e perfeitinho tira a garota do sério, mas logo começa a se encantar pelo estilo de vida local e arever seus conceitos.
Jessica, por sua vez, vivencia uma importante autodescoberta e sofre uma transformação física e psicológica, fazendo as pazes com o seu passado e chegando a uma encruzilhada: ela deve ignorar o pacto de casamento e tocar sua vida simples ao lado da família e do namoradinho do colégio ou se abrir para uma experiência surreal e se unir a Lucius por toda a eternidade?
Em seu livro de estreia, Beth Fantaskey mesclou humor, fantasia, romance e terror para criar uma história surpreendente. Repleto de tiradas sarcásticas, diálogos divertidos e personagens complexos, Como se livrar de um vampiro apaixonado apresenta uma nova forma de enxergar os mortos-vivos mais atraentes da literatura mundial.


Bom eu sou suspeita em fazer a resenha Como se Livrar de um Vampiro Apaixonado, porque eu simplesmente amo esse livro. Depois que li Crepúsculo eu me apaixonei por romance sobrenatural, comecei a procurar livros desse gênero e foi com essa busca que encontrei esse livro.
Eu não tinha uma grande expectativa para o livro, porque eu pensava que nunca poderia encontrar uma historia como a que Stephanie Meyer tinha criado, mas eu amei a historia, não é comum e me prendeu desde a primeira página.

O enredo da história se passa nos Estados Unidos e é narrada por Jessica Packwood uma adolescente de 17 anos quase normal (ela tem um talento pra cálculos) que vive na fazenda com seus pais veganos. Tudo esta maravilhoso, ate a chegada de um estranho que vai fazer Jessica perder a cabeça (em todos os sentidos "literalmente" kkkk) com suas roupas e seu modo de falar do século passado e a convicção de que é um vampiro.

Agora imagina que você acredita em tudo que possa ser explicado pela razão e de repente chega um maluco dizendo que é Lucius Vladescu, um vampiro da realeza e que você é sua futura esposa e rainha vampira de uma nação? O que você faria? Pois é, uma loucura né? kkkk.

– Estou cansado da sua ignorância. – Ele chegou mais perto de mim, inclinando-se. – Como seus pais se recusam a informá-la, eu mesmo darei a notícia. E vou fazer isso do modo mais simples. – Ele apontou para o próprio peito e anunciou como se falasse com uma criança: – Eu sou um vampiro. – E apontou para o meu peito. – Você é uma vampira. E vamos nos casar assim que você alcançar a maioridade. Isso foi decretado desde o nosso nascimento.

Eu dei muitos sorrisos bobos, dei muitas gargalhadas (gente esse livro é super engraçado kkk), chorei, fiquei com raiva de certos personagens e quando falo certos personagens, estou falando de Faith (gente vocês não tem ideia de como me deu vontade de matar essa garota kkkk) e de uns vampiros velhos que acham que sabem de tudo (O tal do Tio Vasile é o pior), mas fazer o quê? Eles são vilões.
O livro é incrível, a autora desenvolveu muito bem sem ficar cansativa, gente o que dizer dos personagens? (e o que dizer do cavalheirismo de Lucius? “Amo, amo, amo” kkk)

Depois, para minha surpresa total, Lucius passou os dedos pelos meus cachos e puxou-os num coque torcido, grande e frouxo, no topo da minha cabeça. De repente meu pescoço pareceu muito comprido. – É essa a aparência que uma princesa romena deve ter – disse, aproximando-se para sussurrar no meu ouvido. – Nunca mais diga que você não é inestimável, Antanasia. Ou que não é linda. Ou, pelo amor de Deus, que é “gorda”. Quando sentir vontade de cair nessa autocrítica ridícula e sem sentido, lembre-se de si mesma neste momento.

Cada um tem sua própria personalidade, cada um com seus defeitos e suas qualidades completam o pacote de uma leitura rápida e com gostinho de quero mais.
Eu li enquanto almoçava, quando ia dormir (e confesso que às vezes sem dormir, só pra saber o que iria acontecer no próximo capítulo kkkkk), quando acordava. Na verdade eu li ele no ano passado pela 1° vez e reli pra fazer essa resenha pra vocês (e também porque queria muito reler essa trama kkk). Eu recomendo muito Como se Livrar de um Vampiro Apaixonado, leiam e eu sei que vocês também vão amar.
Gostou da resenha? Comenta aqui em baixo, ok?
Beijos e até a próxima.

Olá meu povo, eu sei que não posto nada a um bom tempo, mas tô de volta com uma novidade bem especial.
Bom, já tem uns meses que estou pesquisando um livro: "Jardim Secreto". Pesquisei, pensei e comprei. Encomendei pelo ponto frio no mês passado e chegou (teve um pequeno atraso, mas nada grave).
Tem vídeo lá no YouTube comigo abrindo a entrega. 
Pra quem quiser ver o vídeo no YouTube, é só clicar (aqui).



E aqui estão algumas fotos que eu tirei do livro.







Esse é o que eu colori:


E é isso gente.
Beijos!!!








 


AUTORA: Megan Maxwell
LANÇAMENTO: 01/09/2013

EDITORA: SUMA DAS LETRAS

PÁGINAS: 398

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.


Estou aqui de novo minha gente, dessa vez pra fazer a segunda resenha do blog. Como eu disse na última postagem, eu estava em uma "crise literária", e eu prometi que ia falar mais do livro que me tirou dessa. E aqui estou eu pra fazer a resenha dele. Então vamos ao que interessa, resenha: Peça-me o que quiser - Megan Maxwell.


Nunca pensei em ler esse gênero de livro, mas pra minha surpresa acabei gostando. O livro cumpre o que promete na descrição, gente o livro é quente (eu diria "muito quente"), por isso é recomendado ter mais de 18 e mesmo assim ser livre de preconceito.
A história tem como plano de fundo Madri e é narrada em 1ª pessoa por Judith Flores, uma jovem adulta de gênio forte, apaixonada por esportes e um tanto tradicional (e meio irritante às vezes), mas ela vê sua vida virar de cabeça pra baixo com a chegada de Eric Zimmerman chefão da empresa Müller, uma companhia farmacêutica alemã. Um homem misterioso, poderoso e nenhum pouco convencional. Com ele, ela vai descobrir um mundo totalmente novo. No começo Judith (ou "jud" como Eric a chama) fica relutante em ceder aos jogos e caprichos de Eric, mas com o tempo (e as tentativas) ela começa a ceder e assim ela mergulha em uma aventura cheia de desejo. Mas Eric não esperava se apaixonar por seu brinquedinho favorito (ou seja, Judith. E foi nesse momento que comecei a gostar do livro \•/). O romance deles é fofo, mas nada tradicional.
Gostei muito da leitura, menos as partes muito eróticas (que são muitas), mas isso é porque curto mais os romances fofos. O 1º termina de uma forma que você corre logo pra ler o segundo. A autora não deixa a desejar e descreve muito bem, seus personagens têm personalidades fortes e muito particulares (apesar de Judith ser irritante com seu jeito submisso de ser). É uma história bem desenvolvida (com muitos tapas e beijos rsrs).
O livro quebra muitos tabus que temos hoje em nossa sociedade, como o preconceito que infelizmente muitos têm quanto às escolhas sexuais das pessoas ao nosso redor, vai muito além de um romance moderno. A autora ensina com esse livro, que temos que respeitar as escolhas de vida dos outros.
Pra quem procura uma leitura diferente, com muita paixão e amor, eu indico.
E resumindo, eu gostei do livro e vou ler o próximo (quando? Sinceramente, não sei rsrsrs).
Gostou da resenha? Já leu o livro? Quer ler? Comenta aqui em baixo, me deixa saber sua opinião.

Trilogia:
1º Peça-me o que quiser
2º Peça-me o que quiser - Agora e sempre
3º Peça-me o que quiser – Ou deixe-me ir

Beijos!


 


AUTORA: Megan Maxwell
LANÇAMENTO: 01/09/2013

EDITORA: SUMA DAS LETRAS

PÁGINAS: 398

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.


Estou aqui de novo minha gente, dessa vez pra fazer a segunda resenha do blog. Como eu disse na última postagem, eu estava em uma "crise literária", e eu prometi que ia falar mais do livro que me tirou dessa. E aqui estou eu pra fazer a resenha dele. Então vamos ao que interessa, resenha: Peça-me o que quiser - Megan Maxwell.

Leia mais +

Saindo de uma crise...




Olá meu povo, oia eu aqui de novo. Eu sei, eu sei, tem dois meses que não posto nada, mas eu posso explicar: só em duas palavras vocês vão entender tudo e elas são... "CRISE LITERÁRIA", pois é, entrei em uma leitura e em outra, mas não conseguia me apaixonar por nada que eu lia. Gente é horrível tentar achar algum livro que te prenda, sabe aquela leitura que você fica contando os minutos pra voltar a ler e saber o que há de novo na próxima página?

Leia mais +


Oi, boa tarde gente, eu estou aqui mais uma vez, só que agora pra fofocar um pouquinho sobre alguns lançamentos desse mês. Iai, quem quer saber as novidades deste mês? Que tal falar sobre os lançamentos desse mês? Tá curioso (a), então vem comigo!

Aqui abaixo estão alguns dos lançamentos de algumas editoras:


A editora Arqueiro vem com alguns lançamentos incríveis. Entre eles estão: O Príncipe dos Canalhas da Loretta Chase (um romance histórico que promete fortes emoções, quero muito!) e Uma Curva no Tempo da Dani Atkins (com cara de drama, o livro promete muitas lágrimas).


Leia mais +


AUTORA: Kiera Cass

LANÇAMENTO: 24/04/2012
EDITORA: SEGUINTE
PÁGINAS: 368
Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.

Gente o que eu posso falar desse livro? Ele é tudo de bom, ele tem romance (que eu amo!), tem fantasia, tem reality show e além de tudo ele é uma distopia, simplesmente perfeito, né?

Leia mais +